Trainee: o que faz e por que é importante?

Com certeza você já deve ter ouvido falar sobre os trainees, certo? Grandes empresas possuem programas para inserção desses profissionais, mas você sabe, de fato, qual é a sua importância? Com certeza você vai se surpreender com o que esses profissionais têm a oferecer. Continue lendo este artigo para saber mais.

O que faz o trainee?

Ao contrário do estagiário, em que a intenção é o treinamento do funcionário para uma nova função, nos programas de trainee, o foco é capacitar um profissional recém-formado (até 3 anos após a conclusão da graduação) para cargos de alta posição em uma organização, como gerenciamento e liderança. O programa costuma durar em média 2 anos e geralmente vigora em contratação efetiva desse profissional. 

Durante o período de aprendizado, o trainee passará por uma experiência de job rotation, o que consiste na apresentação de todos os departamentos da empresa, como marketing, financeiro, jurídico etc. Como o objetivo é capacitar este profissional para cargos de alto desempenho, deixar o trainee a par do funcionamento de cada setor da empresa tem extrema importância para o exercício eficiente da sua função.

O que é procurado em um trainee?

Para concorrer a uma vaga em um programa de trainee, o candidato precisa ter bem desenvolvidas algumas das soft skills mais procuradas para a função, entre elas, estão:

  1. Criatividade;
  2. Flexibilidade;
  3. Trabalho em equipe;
  4. Habilidade de liderança;
  5. Capacidade de resolução de problemas;
  6. Perfil estratégico;
  7. Inovação.

Qual a importância do trainee?

É inquestionável as inúmeras vantagens em adotar um programa trainee para a sua empresa. A principal delas é poder lapidar o profissional de acordo com o fit cultural da empresa, tendo a certeza de que as necessidades da organização e o que o profissional tem a oferecer estão alinhados de forma que ambas as partes saem ganhando. Isso porque muitos pensam no programa de trainee apenas na visão da empresa, mas é importante também pensar na perspectiva do trainee, como a bagagem profissional que está sendo acumulada e seu desenvolvimento como profissional.

Outra vantagem iminente na adoção de programas de trainee para a sua empresa é a retenção de talentos, e bons talentos, já que o profissional cresceu sob os olhos da organização, alinhado com as expectativas da empresa e seguindo à risca sua missão e valores. É extremamente vantajoso ter um profissional capacitado de forma personalizada, pois permite que ele cresça passo a passo com a corporação, trazendo a médio e longo prazo grandes frutos para a organização.

Os índices de turnovers também são reduzidos drasticamente através da adoção de programas de trainee, isso porque o treinamento permite que sejam eliminadas quaisquer dúvidas que surjam em relação à função ou ao ambiente organizacional, fatores que são os principais responsáveis por desligamentos nas empresas. 

Como recrutar um trainee para a minha empresa?

Para iniciar o processo de recrutamento e seleção de novos trainees para a sua empresa, comece por uma grande mobilização no seu setor de RH. O perfil ideal do candidato deverá ser estudado, assim como os objetivos da empresa em relação ao programa. Em cima disso, já dá para aproveitar e elaborar questões, testes e dinâmicas de grupo para o processo seletivo.

Ao recrutar trainees, utilize como estratégia plataformas online, como a divulgação de vagas no site da empresa, não se esquecendo também das redes sociais, que atualmente cumprem um excelente papel no recrutamento de novos candidatos. Divulgue ali novas vagas, e atue ativamente buscando por novos candidatos.

Uma vez que o profissional tenha sido contratado, é hora de inseri-lo na empresa através do onboarding, deixando-o confortável e integrado ao novo ambiente e colegas. A diante, durante o programa, lance mão de feedbacks tanto para retornos positivos quanto negativos, e também de processos de mensuração para avaliar se o candidato está alinhado com o que a empresa almeja.

Vale muito a pena adotar programas de trainee em uma empresa, já que esse profissional será condicionado a trabalhar alinhado com os objetivos e missão da corporação, trazendo qualidade profissional, além de lealdade.

Quer continuar atualizado a respeito dessas novidades indispensáveis para o setor de RH? Acompanhe nossas páginas no Facebook, no Twitter, no Instagram e no LinkedIn para se informar ainda mais.

 

 

Anterior KPIs de RH: Conheça os principais indicadores estratégicos
Próxima Dia dos Pais 7 a 1

About author

Joyce Bambach Luiz
Joyce Bambach Luiz 186 posts

Gerente de Marketing e Relacionamento da 4Linux e da Rankdone, com mais de 11 anos de experiência no segmento de tecnologia.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

Recursos Humanos

Os 3 principais problemas de Recrutamento e Seleção para Pequenas e Médias empresas

“Números no Brasil” De acordo com o estudo de 2018 do Sebrae publicado sob o título “Panorama dos Pequenos Negócios”, existem somente no Estado de São Paulo, 2.688.336 pequenos negócios

Plataforma de Recrutamento e Seleção - Recursos Humanos

Recrutamento e seleção: saiba como administrar a carga de currículos com extração de dados

Um RH estratégico não pode perder tempo com tarefas demoradas que podem ser automatizadas. Este é o caso da análise de currículos enviadas para um processo seletivo. Nesta etapa, é

Recursos Humanos

Como conduzir uma entrevista de emprego?

Recrutar colaboradores é um desafio para o RH e também para gestores, o que pode acontecer em pequenas empresas sem um setor de seleção específico. Certamente, em algum momento o