Como a tecnologia vem inovando o processo de seleção nas empresas

Como a tecnologia vem inovando o processo de seleção nas empresas

Quem procura emprego sabe o quanto é difícil conhecer, de fato, o cargo que irá ocupar. A realidade só aparece quando a pessoa é contratada. Para os empregadores, o processo de recrutamento e seleção também é dificultoso. Afinal, como mensurar o que o candidato é apenas por uma folha de papel?

Mas a tecnologia está aí para inovar e modificar a forma como as coisas estão sendo feitas nas grandes empresas. Aliás, essa já é uma tendência adotada pelas áreas de Recursos Humanos (RH), o chamado RH Inovador.

Quer saber mais sobre como a tecnologia pode te ajudar? Confira nosso artigo!

 

Como você costuma contratar seus funcionários?

A resposta a essa pergunta varia muito conforme o perfil da empresa. Tem organizações em que os próprios donos fazem as entrevistas, principalmente em estabelecimentos pequenos. Já a maioria das organizações possuem uma pessoa ou time de RH dedicado para cuidar da seleção de talentos.

Seja qual for o tamanho da sua organização, optar pela tecnologia nos seus processos seletivos pode trazer resultados satisfatórios para quem está contratando.

As plataformas digitais de Recrutamento e Seleção são os principais exemplos dessa revolução, pois estão sempre pensando em novas soluções para levar mais agilidade para o dia a dia das pessoas recrutadoras. Um exemplo dessa evolução é a entrevista online pré-gravada e o mapeamento de perfil utilizando os testes online. Essas tecnologias utilizam algoritmos e montam um ranqueamento inteligente dos profissionais mais aderentes para a vaga ofertada pela empresa e otimizam o tempo de avaliação das pessoas recrutadoras.

 

O Match do processo de seleção

Você já deve ter ouvido falar no Tinder, não é mesmo? O aplicativo de relacionamento conecta pessoas que têm interesse mútuo. Quando isso acontece, fala-se que “deu match”. De forma similar, as plataformas de emprego permitem que os recrutadores avaliem os currículos dos candidatos. Esses currículos chegarão até o empregador por meio de interesses comuns.

Diferentemente do que já acontecia a algum tempo, desde que a internet passou a fazer parte da vida dos brasileiros, o diferencial é a forma de se comunicar. Se antes era o bom texto do currículo que chamava a atenção dos recrutadores, a novidade agora é o vídeo, mais utilizado agora através das entrevistas pré-gravadas, onde a pessoa recrutadora customiza perguntas para que o talento responda por vídeo, como as entrevistas online ao vivo, por videoconferência.

 

Diferenciais dessas novas tecnologias

Muitas delas estão focadas na diversidade e inclusão, combatendo os vieses inconscientes (conjunto de características que, muitas vezes, criamos sobre determinados grupos sociais com os quais já tivemos algum contato ou experiência na vida), como a Jobecam e a Rankdone.

A Jobecam pelo processo de Seleção Anônima, uma entrevista por vídeo de forma online (ao vivo) e pré-gravada, onde o candidato terá um avatar no lugar da sua imagem e sua voz será distorcida para que o recrutador não identifique, ou seja, apenas suas qualificações profissionais para a vaga são levadas em conta. Evitando assim, que vieses inconscientes, interfiram nos resultados.

E a Rankdone, com os seus  testes “às cegas”, que avalia sem vieses e ranqueia os candidatos automaticamente, de acordo com as informações coletadas e critérios de nota selecionados pelos recrutados. Com a Rankdone, os recrutadores encontram os candidatos no sistema através da busca pelo e-mail.

 

Benefícios da tecnologia no recrutamento

Para a empresa, a estratégia diminui custos e seleciona para o recrutador apenas os perfis que de fato estão em conformidade com os requisitos apresentados pela vaga.

Vamos conhecer outros benefícios que a tecnologia traz para a seleção de candidatos:

  • Mais agilidade: um processo seletivo convencional demora até 45 dias e dificilmente é concluído antes de 20 dias. Com a tecnologia, a estimativa é que esse tempo seja reduzido em até 85%.
  • Aprimoramento da comunicação: a comunicação equivocada pode levar à contratação de perfis profissionais que não se encaixam nos ideais da empresa, o que aumenta a probabilidade de rotatividade de funcionários. Aliás, essa taxa de rotatividade (turnover) no Brasil é alta.
  • Processo de seleção dinâmico: nesse caso, o recrutador não precisa se preocupar em criar testes específicos, pois as plataformas online disponibilizam isso além de selecionar os perfis ideais.

 

E você, o que tem feito para tornar o processo de seleção da sua empresa mais dinâmico?

 

 

Rankdone: Plataforma de testes online, recrutamento e seleção para um RH ágil e moderno.

Selecione o melhor entre os melhores com a nossa plataforma de Recrutamento e Seleção.

EXPERIMENTE AGORA!

Anterior Futuro dos ATS: O que esperar de melhorias dessa tecnologia
Próxima Testes de Processo Seletivo: Conheça os erros mais comuns.

About author

Joyce Bambach Luiz
Joyce Bambach Luiz 186 posts

Gerente de Marketing e Relacionamento da 4Linux e da Rankdone, com mais de 11 anos de experiência no segmento de tecnologia.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

Recursos Humanos

Como encontrar os candidatos certos para o RH?

Cortando currículos que exageram Por Riia O’Donnell Os recrutadores tendem a ser um bando cético. Quanto maior tempo você está no campo, o mais você se dá conta que há

Testes para RH

Seleção para Trainees: saiba como ter sucesso ao montar o sua!

O processo de recrutamento e seleção para Trainee é muito importante para as empresas e para os candidatos. Muitos candidatos vivem a vida acadêmica penando nas seleções de grandes empresas.

Recursos Humanos

RH estratégico: como atrair talentos para suas vagas

Muita coisa tem mudado nas empresas por causa da pandemia da Covid-19. Agora, trabalhar em home office, que era um diferencial para colaboradores, é algo comum e praticamente universal. Por