Saiba como usar a gestão de pessoas para diminuir a rotatividade

Saiba como usar a gestão de pessoas para diminuir a rotatividade

A alta rotatividade de funcionários é, sem dúvida, um dos maiores desafios da gestão de pessoas no ambiente corporativo. Para que uma empresa seja competitiva no mercado, a captação e retenção de talentos deve fazer parte do seu plano de negócios.

Porém, em alguns momentos, problemas relacionados à gestão de recursos humanos como a insatisfação com salários e políticas de promoção de cargos, reconhecimento de competências profissionais e falta de motivação podem provocar o desligamento voluntário ou demissões na empresa acarreta prejuízos tanto financeiros quanto ao retrabalho em novos processos seletivos.

Nesse sentido, redução da taxa de turnover que nada mais é que a porcentagem obtida pela média de funcionários admitidos e desligados, se torna uma meta para gestores a fim de melhorar o clima organizacional e perder talentos para a concorrência.

Para te ajudar a promover na sua empresa uma gestão de pessoas para diminuir a rotatividade, continue lendo este artigo.

Comunicação interna

O fator comunicação é fundamental para as relações humanas e no ambiente corporativo ela corresponde a forma com que os colaboradores interagem entre si e com as políticas da empresa.

A comunicação interna se torna um importante elemento para manutenção de clima organizacional que valorize a produtividade e o bem estar no trabalho.

E como a gestão de pessoas para diminuir a rotatividade pode atuar nesse processo? Existem várias medidas eficazes que podem identificar os motivos de de turnover através da comunicação.

A principal delas é justamente ouvir o que o colaborador tem a dizer sobre o ambiente de trabalho e, ao mesmo tempo, dar retorno sobre a sua postura e desempenho – ou seja, valorizar o feedback.

Desta forma, alinham-se a relação de confiança é estabelecida nesse ambiente e as diretrizes da empresa são alinhadas às suas ações em prol do fator humano.

Clima organizacional

É justamente no fator humano que a gestão de pessoas para diminuir a rotatividade deve manter seu foco. Ele é o responsável por garantir que a empresa tenha destaque no mercado e valorize seu capital intelectual.

Pressões por excesso de trabalho, instabilidade nas relações de hierarquia, falta de adequações ergonômicas podem ser problemas que levam a alta da rotatividade. Afinal, o bem estar de colaboradores depende de um clima organizacional em que colaboradores estejam motivados a fazer parte da equipe.

Pesquisas internas para diagnosticar quais os motivos de insatisfação são ferramentas que auxiliam a gestores a identificar e propor soluções a esses problemas.

Processos de seleção

Os processos seletivos para vagas em uma empresa são outra forma de usar a gestão de pessoas para diminuir a rotatividade. Eles marcam o primeiro contato de possíveis novos colaboradores com a empresa e desde o momento inicial devem ser utilizadas ferramentas que auxiliem a evitar o turnover nas empresas.

Deve-se, portanto, deixar bem claro a esse candidato qual é a cultura organizacional presente na empresa e avaliar, além de sua capacidade técnica, qual é o seu perfil comportamental e, assim, garantir que ele esteja preparado para a função que irá assumir.

Utilizar plataformas de recrutamento e seleção online, garante não apenas a otimização de custos, mas torna o processo seletivo mais assertivo por possibilitar ao recrutador formular e aplicar questionários e testes de acordo com a cultura organizacional da empresa e o perfil exigido para vaga.

Por isso, para te auxiliar a redução da taxa de turnover desde o processo de recrutamento e seleção, convido você a conhecer a plataforma de testes on line da Rankdone.

Anterior 4 formas de recrutar talentos para sua empresa
Próxima Como avaliar habilidades profissionais de candidatos?

About author

Joyce Bambach Luiz
Joyce Bambach Luiz 103 posts

Gerente de Marketing e Relacionamento da 4Linux e da Rankdone, com mais de 11 anos de experiência no segmento de tecnologia.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

Recursos Humanos

Em quanto os softwares de RH discriminam candidatos?

“Os privilegiados são analisados por pessoas; as massas, por máquinas” Cathy O’Neil é doutora em matemática pela Universidade Harvard. A primeira vez que eu soube dela foi pelo podcast da revista

Recursos Humanos

4 formas de recrutar talentos para sua empresa

O capital intelectual de uma empresa reúne seus conhecimentos e informações e, por isso, é um item valioso para produtividade e diferenciação no mercado. Nesse sentido, o fator humano se

Dicas e Novidades

O Tripé de Seleção Daniel Kahneman

No dia 21 de outubro, Marcelo Marques participou do evento R&S Ágil – Comece pelas Lideranças. Com uma palestra voltada para a tomada de decisão em Seleção. Seu principal ponto