REDAÇÃO COM CORREÇÃO POR INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL – COMPETIÇÃO JÁ TEM VENCEDORA

REDAÇÃO COM CORREÇÃO POR INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL – COMPETIÇÃO JÁ TEM VENCEDORA

São Paulo, 05 de Agosto de 2020

Em Junho de 2020 a Rankdone lançou uma competição de redação em que a Rankdone via sua Inteligência Artificial iria corrigir as redações. A melhor redação seria premiada com um Kindle conforme modelo: https://www.amazon.com.br/dp/B07FPX33X5.

A vencedora de nome Clara Vitória foi comunicada há pouco. Ela finalizou sua redação dentro da plataforma Rankdone dia 14 de Julho de 2020. A redação da Clara pode ser lida ao final deste texto. Fizemos também uma entrevista com a Clara que você pode conferir logo abaixo.

Apesar de sabermos que a Inteligência Artificial para correção de Redação terá evolução contínua, ficamos positivamente surpresos com os resultados. A solução já está pronta para uso no mercado e será liberada para nossos clientes a partir de hoje.”  – comenta Marcelo Marques sócio fundador da Rankdone.

Aos demais participantes foram entregues um Voucher para permitir que eles possam se autoavaliar em qualquer teste de sua escolha no Marketplace da Rankdone: https://www2.rankdone.com/pt_BR/marketplace . Eles poderão acessar e com o Voucher comprar sem qualquer custo adicional o teste para se autoavaliar que desejarem.

Assim como na etapa final de um processo seletivo o fator empatia conta na escolha do candidato; na correção de uma redação o fator emoção despertada em quem lê pesa na nota. O algoritmo de Ranqueamento da Rankdone consegue – de fato- selecionar os melhores para participarem de uma entrevista e o algoritmo de IA para correção de redação – apesar de estar na versão alfa – também conseguiu apontar as melhores.” Comenta Rodolfo Gobbi sócio fundador da Rankdone.

Confira a entrevista com Clara Vitória que mora em Salvador e cursa Bacharelado Interdisciplinar (B.I) em artes na Universidade Federal da Bahia.

Equipe Rankdone: De onde você ficou sabendo da competição?
Clara: Através do Facebook fiquei sabendo da competição 

Equipe Rankdone: Quais são as 3 atividades que você mais gosta de fazer?
Clara: Gosto de ler , assistir filmes/séries/novelas/documentários e ouvir música 

Equipe Rankdone: Sabendo que sua redação está entre as 10 melhores, o que ou quem você acha que lhe tornou tão boa na escrita? Foram os livros? Quais? Foram pessoas influenciadoras? Quem?
Clara: Acredito que a minha experiência com a leitura de vários gêneros ao longo da vida me ajudou muito no desenvolvimento da minha escrita. Sempre fui muito incentivada a ler e gosto de estudar desde pequena. Além do meu contato com a arte, que me faz ter muitas experiências e uma bagagem que facilita a minha expressão através da escrita. No caso da redação, meus professores do ensino fundamental e médio ajudaram muito na preparação para o ENEM, além de alguns canais do YouTube que auxiliam estudantes vestibulandos, como o Luma e Ponto, aonde eu conseguia estudar e colocar em prática, também foram super importantes 

Equipe Rankdone: Quais os 3 livros que você levaria para uma ilha?
Clara: A culpa é das estrelas – John Green/ A hora da estrela- Clarice Lispector/ Capitães de Areia- Jorge Amado 

Equipe Rankdone: Você já leu livros por algum Ebook?Acha que vai se adaptar ao Kindle?
Clara: Sim, já li. Com certeza, eu tenho o aplicativo Amazon Kindle  já queria comprar um Kindle há muito tempo, tenho muitos ebooks  na minha lojinha. Quero o Kindle para ter poder organizar minhas leituras e ter um aparelho que eu possa somente ler o que eu quiser com comodidade 

Equipe Rankdone: Como foi para você participar da competição utilizando a Rankdone?
Clara: A experiência foi ótima, até porque nunca participei de um concurso de redação e também não conhecia a plataforma da Rankdone e foi muito bom poder utilizar pela primeira vez!

Nossa meta foi atingida e estamos não apenas felizes, estamos muito motivados. Temos novos desenvolvimentos à fazer e IA é um universo ainda muito pouco explorado. Os testes online que queremos daqui para frente serão pensados com o uso desta inteligência“ comenta Denis Ribeiro, líder do time de tecnologia da Rankdone.

Entendemos que escrever uma Redação é algo de profunda complexidade e por esse motivo é um dos testes mais temidos no ENEM. A Rankdone agradece imensamente a todos os participantes que investiram parte de seu tempo para escreverem uma redação e competirem.

Confira abaixo redação da vencedora:

Marionetes cibernéticas

“O cérebro eletrônico comanda, manda e desmanda…” Os versos cantados por Gilberto Gil na canção Cérebro Eletrônico abordam o que pode-se chamar atualmente de inteligência artificial. A letra ressalta o quanto os adventos tecnológicos evoluíram ao longo do tempo, a ponto de considerar que os aparelhos poderiam substituir o pensamento e as ações humanas, apostando na dualidade “homem versus máquina”. 

De maneira análoga à canção, observa-se que tal cenário pode ser pertinente para retratar a contemporaneidade, a exemplo do que ocorre com a manipulação do comportamento dos usuários pelo controle de dados na internet. Nesse contexto, percebe-se a configuração de um grave problema de contornos específicos, em virtude das motivações lucrativas e da falta de conhecimento dos usuários sobre tal fato. 

Sob esse viés, é lícito postular que o sistema capitalista é um grande impulsionador desse revés. Segundo Adam Smith, o consumo é o único propósito de toda produção. Considerando que o capitalismo é um sistema econômico em que os meios de produção possuem fins lucrativos, os algoritmos na internet facilitam que o usuário compre cada vez mais, pois ao pesquisar algum item em um site de buscas, ele passa a receber diariamente anúncios de vendas e ofertas que influenciam ativamente no seu poder de compra, e na maioria das vezes o indivíduo não percebe que sua decisão de adquirir algo foi na verdade induzida. 

Outrossim, cabe salientar que há um enorme silenciamento acerca deste imbróglio a nível global. A questão do controle de dados da internet não é debatida de forma efetiva e ainda não há uma discussão popularizada em relação a esse assunto para que os usuários possam ter conhecimento sobre como a internet tem o potencial de armazenar dados pessoais, manipular interesses e moldar as preferências de cada um, trazendo uma ilusão de que o usuário tem liberdade de escolha para acessar o que quiser. 

Considerando a importância de uma comunicação que possa garantir a privacidade, a segurança e a autonomia de quem acessa, faz-se necessário aplicar o pensamento de Jurgen Habermas quando diz que a linguagem é uma verdadeira forma de ação. Não obstante, é preciso que medidas sejam tomadas para reverter essa problemática. Logo, cabe aos veículos de comunicação mundial desenvolverem em conjunto uma campanha informativa que terá como princípio a utilização da hashtag #InternetFree. 

O projeto de conscientização incluirá a criação de ações na própria internet, como posts em redes sociais realizados por influenciadores digitais, discussões e debates em transmissões ao vivo e a veiculação de anúncios que antecedem a reprodução de vídeos no Youtube, e que também poderão ser veiculados na televisão, a fim de alertar e dar orientações básicas ao usuário de como ele pode identificar e combater a manipulação virtual no dia a dia. Desse modo, espera-se que futuramente o ser humano possa utilizar a tecnologia sem ser comandado por ela, assim como Gil aborda em sua icônica canção.

Anterior RH estratégico: como atrair talentos para suas vagas
Próxima O mundo pós-Covid-19 no Recrutamento e Seleção

About author

Joyce Bambach Luiz
Joyce Bambach Luiz 103 posts

Gerente de Marketing e Relacionamento da 4Linux e da Rankdone, com mais de 11 anos de experiência no segmento de tecnologia.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

Plataforma de Seleção Recursos Humanos

Saiba como diminuir o custo de treinamento de funcionários

Capacitar funcionários é a forma mais eficaz de garantir melhores resultados para uma empresa, tanto no atendimento a clientes como em atividades que requerem um conhecimento específico do colaborador. E

Dicas e Novidades

4 motivos para usar o big data em processos de recrutamento e seleção

O big data é uma das ferramentas mais recentes do mundo da tecnologia e pode ser aplicado em diversas áreas da atividade humana. Por meio do cruzamento de dados disponíveis

Recursos Humanos

3 dicas para reduzir o tempo de recrutamento e seleção de pessoas

Um processo seletivo de candidatos a uma vaga de trabalho com muitas etapas é ruim não apenas para a empresa, mas também para os candidatos. É necessário, então, reduzir o