Recrutamento Interno: o que é?

Recrutamento Interno: o que é?

Uma empresa não existe sem funcionários, o que já é sintomático da importância dos processos de recrutamento e seleção. Constantemente, o RH ou até o próprio empreendedor se deparam com o desafio de contratar as pessoas certas para as vagas estratégicas.

Profissionais de gestão de pessoas têm que lidar com a dificuldade de diminuir a rotatividade de funcionários e assegurar o ritmo de trabalho da empresa, o que é mais contornável ao contratar o funcionário ideal.

O recrutamento interno é uma possibilidade para encontrar um novo funcionário, sem a necessidade de fazer um grande investimento em divulgação ou mobilização do RH.

Neste texto, conheça todas as vantagens de fazer recrutamento interno.

Afinal, o que é Recrutamento Interno?

Para preencher uma vaga, o primeiro passo é a abertura de um processo de recrutamento e seleção. Quando as vagas são divulgadas publicamente, visando atingir o maior número possível de interessados, o recrutamento é externo.

No recrutamento interno, como o próprio nome indica, as vagas abertas são divulgadas somente para o quadro de funcionários atual. Esse tipo de processo é muito usado para preencher um setor novo ou encontrar pessoas qualificadas para crescer dentro da empresa.

O recrutamento pode ainda ser misto, aberto para os públicos interno e externo. O recrutamento interno pode ser informal, ou ter a forma de concorrência interna (fazendo testes e dinâmicas), podendo também ser uma forma de adequar os talentos em planos de carreira.

Vantagens em realizar recrutamento interno

Entenda agora alguns dos maiores benefícios em fazer um recrutamento entre seu quadro de funcionários.

  • Otimização do RH
    Os recrutadores, sejam próprios do RH ou gestores de áreas específicas, podem confiar no recrutamento interno para diminuir custos de divulgação da vaga e também otimizar seu tempo de trabalho.
    Essa forma de recrutamento não dispensa as etapas comuns a qualquer processo seletivo: análise de currículos, entrevistas, dinâmicas, testes, etc. O que acontece é que, como os candidatos já trabalham na empresa, essa avaliação é mais rápida e até assertiva, pois a empresa já tem seu histórico e conquistas profissionais.
  • Motivação de colaboradores
    Realizar essa forma de recrutamento serve como motivação para os funcionários. Isso porque as pessoas terão um incentivo real para continuar sua formação e fazer especializações ou atualizações, também encontrando formas de aumentar sua produtividade e engajamento dentro da companhia.
  • Inovação nas equipes
    Também por procurar especializações, os funcionários estarão atualizados e mais criativos, promovendo a inovação dentro da empresa. É importante estimular a inovação para reformular e aprimorar processos, produtos ou serviços.
  • Retenção de talentos
    Motivados e sabendo que há uma oportunidade real de crescer na empresa, os funcionários não sentirão a necessidade de procurar outro emprego. Assim, além de diminuir o turnover, o RH faz uma estratégia de retenção de talentos.
  • Rendimento individual
    Outra consequência da motivação: os funcionários produzem mais e aumentam seu rendimento. É importante que cada pessoa atenda um nível de produção, pensando em metas e objetivos da companhia.
  • Adaptação a cultura da empresa
    Em muitos casos, contratar alguém que já é um funcionário dispensa a realização de treinamentos e programas de adaptação, já que a pessoa está apenas sendo realocada e já conhece as políticas institucionais.

Não deixe de conferir também 5 dicas para fazer um planejamento de RH e acertar nos processos de recrutamento e seleção.

Anterior Em quanto os softwares de RH discriminam candidatos?
Próxima 5 dicas para fazer um planejamento de RH incrível

About author

Joyce Bambach Luiz
Joyce Bambach Luiz 185 posts

Gerente de Marketing e Relacionamento da 4Linux e da Rankdone, com mais de 11 anos de experiência no segmento de tecnologia.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

Recursos Humanos

Como melhorar o processo de recrutamento e seleção da minha empresa?

Um dos principais desafios das empresas é, sem dúvida, a escolha dos melhores colaboradores e a formação das melhores equipes. Qualquer profissional de RH, que trabalhe em como melhorar o

Recursos Humanos

Os 3 principais problemas de Recrutamento e Seleção para Pequenas e Médias empresas

“Números no Brasil” De acordo com o estudo de 2018 do Sebrae publicado sob o título “Panorama dos Pequenos Negócios”, existem somente no Estado de São Paulo, 2.688.336 pequenos negócios

Recursos Humanos

Saiba mais sobre o que é RH estratégico.

Por muito tempo, o setor de Recursos Humanos foi responsável por atividades burocráticas dentro da empresa. Suas principais funções englobam admissões, desligamentos e gestão de benefícios. Entretanto, muito mudou. Hoje,