Como escolher o perfil profissional ideal para minha empresa?

Como escolher o perfil profissional ideal para minha empresa?

Enquanto há vários profissionais no mercado ansiando por uma vaga, as empresas buscam aqueles que tenham qualificação suficiente para ocupar o cargo oferecido. Muitas vezes, ao abrir o processo seletivo sem que haja uma definição mais clara sobre os pré-requisitos, surgem os mais variados perfis e que na maioria nada têm a ver com o desejado.

Esse processo de análise de currículo e todos os outros procedimentos de recrutamento demandam tempo e utilização de recursos materiais e humanos mais do que o desejado. Para ser assertivo na escolha e fazer uma seleção ágil é preciso definir com clareza o melhor perfil profissional para a empresa.

Conheça profundamente a empresa

Para entender como escolher o perfil profissional ideal, o recrutador precisa conhecer bem a empresa para entender seus valores, missões e metas, assim como a sua política e cultura.

Só sabendo como são os procedimentos e o tipo de perfil pessoal e profissional que mais se adéqua ao desejado pela empresa, será possível escolher as pessoas certas para as vagas. Tudo para atingir a baixa rotatividade entre profissionais, já que funcionários devidamente encaixados as suas funções dificilmente buscam outra colocação no mercado.

Trace as características fundamentais

O grande segredo para o sucesso de uma empresa é ter as pessoas certas nos lugares certos. Isso significa selecionar os candidatos que realmente sejam aptos a vaga e a cultura da empresa. Nada mais importante do que ter profissionais alinhados com a cultura da empresa e que vistam a camisa em busca do sucesso. E esse é um dos maiores segredos para empresas bem-sucedidas e que tenham como seus primeiros clientes os próprios funcionários.

Em busca dessas pessoas certas a empresa precisa a empresa precisa saber como escolher o perfil profissional ideal e definir características fundamentais para ocupar as vagas disponíveis. Há empresas que buscam profissionais mais tradicionais, que acompanham a carga horária acordada e tenha um comportamento mais discreto e diplomático. Enquanto outras desejam um perfil mais moderno, que se adapte melhor às novas cargas horárias e formatos de trabalho, como o Home Office, com um perfil mais arrojado e inconformista.

Ou um profissional experiente em multinacionais que pode não se adaptar a uma empresa menor e familiar. Sem essa preocupação, pode acontecer na melhor das hipóteses uma grande perda de tempo e dinheiro no processo seletivo ou a seleção de alguém que não seja compatível com o perfil desejado, apesar de seu ótimo currículo.

É importante também usar filtros que não se adaptam à realidade. Como exigir uma vasta experiência para pessoas jovens, que não tiveram tempo hábil de chegar até ela? É preciso ser realista e coerente.

Vagas diferenciadas, perfis diferentes

Quando uma empresa precisa de um profissional para ocupar uma vaga que não tem similaridade no mercado, ela também precisa buscar alguém diferenciado para ocupá-la. Embora seja mais difícil descobrir como escolher o perfil profissional ideal para a empresa, saber muito bem os detalhes sobre as funções a serem realizadas e que tipo de pessoa é capaz de fazê-las ajuda a evitar os currículos genéricos e os excessos de entrevistas.

Os diferenciais podem ser técnicos, com ter determinados cursos e habilitações, ou abstratos como proatividade e capacidade em lidar com situações difíceis ou pressão. O que importa é chegar até essas pessoas desejadas e com a expertise para o trabalho.

Nesse ponto, conhecer as habilidades de cada candidato facilita a escolha mais acertada para ocupar a vaga que você oferece. Para te ajudar com essa tarefa existem algumas ferramentas que podem ser utilizadas, como os softwares que aplicam testes de habilidades e personalidade, por exemplo.

Essas ferramentas permitem que você aplique testes específicos para as pessoas escolhidas, fazendo com que você selecione os candidatos baseado no seu nível de conhecimento sobre assuntos que são relevantes para a vaga oferecida.

Aproveite e leia nosso artigo sobre 3 ferramentas que tornam a seleção de pessoal mais eficiente para sua empresa!

Anterior Como melhorar o processo de recrutamento e seleção da minha empresa?
Próxima 3 soluções para reduzir a rotatividade de funcionários da sua empresa

About author

Joyce Bambach Luiz
Joyce Bambach Luiz 103 posts

Gerente de Marketing e Relacionamento da 4Linux e da Rankdone, com mais de 11 anos de experiência no segmento de tecnologia.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

IT and Human Resources

Tudo sobre RH 4.0: O que é, como funciona e qual sua importância

Você já ouviu falar do RH4.0? No artigo de hoje, vamos falar sobre essa nova tendência do setor de recursos humanos que, em conjunto com outras vertentes, têm sido crucial

Recursos Humanos

Recrutamento Interno: o que é?

Uma empresa não existe sem funcionários, o que já é sintomático da importância dos processos de recrutamento e seleção. Constantemente, o RH ou até o próprio empreendedor se deparam com

IT and Human Resources

PDI: O que é e como seu RH pode utilizá-lo?

No artigo de hoje, conheceremos um pouco mais sobre a técnica PDI. Você já ouviu falar sobre? Continue nesta página, pois em instantes, você conhecerá mais sobre o assunto, que