4 técnicas de mentoring práticas para o RH

4 técnicas de mentoring práticas para o RH

Uma das maneiras mais eficaz na hora de reter talentos é o mentoring! Você conhece essa técnica? Sabe como aplicar?

Entre as várias ferramentas de desenvolvimento de colaboradores, o mentoring tem ganhado destaque nos últimos tempos. Ela pode ser colocada em prática pelo RH, para orientar e ajudar a vencer desafios na carreira da equipe.

O mentorado é o profissional com menos experiência, que precisa de apoio para alcançar seus objetivos. Enquanto o mentor já é experiente e tem domínio sobre sua área de atuação, além de estar disposto a compartilhar seus conhecimentos.

Mais quais são as técnicas mais práticas para que o setor consiga estruturar? Aqui estão as principais, que contribuem para um caminho de aprendizados por parte de todos os envolvidos.

1. Orientação em grupos, para otimizar o processo e garantir bons resultados

O mentoring pode acontecer em um processo coletivo. O mentor será responsável por múltiplos colaboradores, o que pode ser facilitado pela tecnologia, em um ambiente virtual.

Para tanto, é interessante utilizar uma ferramenta que permita a criação de salas ou grupos virtuais. Assim, ficará mais fácil partilhar experiências, recomendações e respostas para dúvidas. Tudo por ser organizado por meio de sessões, que são bastante vantajosas por permitirem que absorção do conteúdo seja feita de maneira horizontal, já que um aprende sempre com o outro.

2. Mentoring express, quando não há tempo suficiente para muitas sessões

Nem sempre é possível realizar muitas sessões de mentoring. Mas isso não significa que ele deve ser deixado de lado. Pelo contrário, basta se organizar para aplicar a técnica express, em que muitas vezes uma única sessão soluciona o problema.

Em um curto espaço de tempo, o mentor precisa repassar o máximo de conhecimento ao mentorado. Contudo, ainda que seja um contato um tanto quanto restrito, ele é suficiente para ampliar a performance do mentorado e oferecer o direcionamento que ele precisa de maneira ágil.

3. Mentoring horizontal, muito comum em empresas

Em empresas, o mentoring horizontal costuma apresentar excelentes resultados. Isso porque a técnica envolve pessoas que vivem e atuam em um mesmo contexto, enquanto compartilham experiências e seus resultados, sejam positivos ou negativos.

A partir disso, elas também conseguem trocar recomendações sobre como agir se estivessem no lugar do próximo. As sessões podem ser individuais ou em grupo, e o principal objetivo é trabalhar uma relação empática entre mentorados e mentores. Para envolver estagiários, essa costuma ser a melhor opção.

4. Mentoring interno e externo, para ampliar a visão de mercado da empresa

O mentoring interno e externo envolve um mentor da própria empresa e um mentor que atua externamente aos negócios. É interessante trabalhar as duas formas separadas, mas também juntas, para que a visão de mercado acerca da organização seja ampliada.

Dessa forma, será possível identificar oportunidades mais específicas internamente, sem deixar de trazer inovações e contribuições diferentes das que já estão em vigor no ambiente corporativo. Ou seja, a bagagem dos envolvidos aumentará e a troca de experiências será muito mais satisfatória.

Pronto! Agora que você já sabe um pouco mais sobre as principais técnicas para se colocar em prática, pode tornar o mentoring parte da realidade de sua empresa. E então, você já conhecia todas elas? Compartilhe esse artigo em suas redes sociais para que outras pessoas também possam aprender mais sobre o assunto!

Anterior 4 vantagens de usar um software de recrutamento e seleção.
Próxima Descubra os diferenciais da Rankdone!

About author

Joyce Bambach Luiz
Joyce Bambach Luiz 93 posts

Gerente de Marketing e Relacionamento da 4Linux e da Rankdone, com mais de 11 anos de experiência no segmento de tecnologia.

View all posts by this author →

Você pode gostar também

Testes para rh

Rotatividade de pessoal: o desafio que todo recrutador precisa enfrentar

A queda na rotatividade de pessoal começa no processo recrutamento e seleção de candidatos. ‘Como você faz para não ter rotatividade de pessoal na sua empresa? Está tão difícil reter

Recursos Humanos

Como fazer uma boa descrição de vaga?

As etapas de recrutamento e seleção são muito importantes para uma empresa, pois são por meio delas que será possível encontrar o candidato ideal. No entanto, essa seleção começa antes

Recursos Humanos

Como um software pode ajudar na triagem de candidatos?

Um dos trabalhos mais complexos no setor de Recurso Humanos é a captação de novos funcionários para a empresa. É um processo normalmente demorado e que deve ser pensado em